Pontos Cantados Nanã Buruquê

Pontos Cantados Nanã Buruquê- Clique aqui e escute nossa playlist Youtube

Saravá Nanã

Oi Nanã Buruquê
seus filhos lhe pedem
Seus filhos lhe imploram
Venha ver o Terreiro
E levar todo mal pra sua marola
Saravá Nanã Auê Saravá Nanã Auá
Saravá Nanã na beira do rio e nas ondas do mar

Saluba eu Nanã

Saluba eu, Saluba eu Nanã
Saluba eu Nanã, Nanã Buruquê
Nanã é uma velha bem velha
Que mora no fundo do mar
Nanã é uma velha bem velha
Que mora no fundo do mar
Saluba nanã, Saluba Nanã
Saluba Nanã, que mora no fundo do mar
Ô saluba, Saluba Nanã
Ô saluba, Saluba Nanã
Nanã é uma santa uma rainha
Mamãe Nanã mora no fundo do mar 

São Flores Nanã

São flores, Nanã, são flores
São flores, Nanã Buruquê.
São flores, Nanã, são flores
De seu filho Obaluaê
Nas horas de agonia é ele que vem nos valer
É seu filho Nanã, é meu Pai, ele é Obaluaê 

Atraca, atraca

Atraca, atraca
Que aí vem  Nanã ê á
É Nanã, é Oxum,
É sereia do mar
É Nanã, é Oxum,
Ela vem saravá

 Salve Nanã

Salve Nanã salve senhora das águas
Salve Nanã que chegou de Aruanda
Salve Nanã com seu poder e bondade
Salve Nanã kakarukaia de Umbanda

 Iê Nanã Iê  Nanaió

Iê Nanã Iê Nanã
Iê  Nanaió Nanaió
Ie Ie Nanã de Buruque Ie
Saluba Saluba Nana
Me livre todos os males
É o pedido que faz
Saluba velha Nanã
Que habita o fundo do mar
Salve Nanã Buruque
Do reino dos Orixas
Iê Nanã Iê Nanã
Iê  Nanaió
Ie Ie Nanã de Buruque Ie

 Se minha mãe é saluba

Se minha mãe é saluba
Mas ela é Orixá mais antigo do céu
Ó Nanã, Ó Nanã Buruquê
Quem é seu filho agora que eu quero ver
Saluba Nanã

Saluba Nanã Buruquê

As rosas se despetalaram
Ao romper da aurora
Perfumando a terra
Auê,Auê,Auê
Saluba Nanã Buruquê
Auê,Auê,Auê
Saluba Nanã buruquê

Nanã limpa nossos caminhos

É da nascente que a água vem tão pura
Que a nossa banda Nanã Buruque segura
É a Nanã que vem devagarinho
Com suas aguas pra limpar nossos caminhos
Eu tenho fé e muito que agradecer
A Yaba mãe de Obaluae

Nanã Buruquê venha nos valer

O principio da vida Nana Buruque é quem pode dizer
O mistério da água e o segredo da terra é Nana Buruque
É Nanã Buruque, Salubaê.
É Nanã Buruque, Salubaê.
É Nanã Buruque,senhora Santana venha nos valer

 Saluba eu Nanã

Saluba eu
Saluba eu Nanã
Saluba eu Nanã, Nanã Buruquê

—XX—
Nanã de Jaoci

Nanã de Jaoci
É Alodê..  
Nanã de Jacidó Alodê
—XX—
Nas ondas do mar

Nas ondas do mar eu vi Nanã
É Nanã Buruquê

 Na lagoa de Nanã

Na lagoa de Nanã,
saluba Nanã Buruquê
Na lagoa de Nanã,
saluba Nanã Buruquê
Encanta os seus filhos,
saluba Nanã Buruquê
Com seu manto iluminado,
saluba Nanã Buruquê
Água e terra é seu poder,
saluba Nanã Buruquê

 É Nanã Buruque

É Nanã, é Nanã auê
é Nanã, é Nanã Buruque
é Nanã, é Nanã aue
é Nanã, é Nanã Buruque
Na roda da sua saia,
Manda força pra nossa banda.
Pros filhos que tanto lhe pedem
Nana corta toda mironga.
Na barra da sua saia,
carrega filho de umbanda
com suas aguas sagradas
descarrega nossa banda.

 Acalanto de Nanã

Quando eu for pra aruanda,
Sei que vou te encontrar
Rodiada de crianças
do lado de iemanja
vou pedir a Omolu
e aos sagrados orixás
pra chover chuva de rosa
quando eu for te abraçar
perdoa nanã, perdoa.
perdoa que eu vou chorar
quem eu amava foi embora,
está nos braços de oxalá

 Nanã

Nãnã das águas paradas,
é mãe dos Orixás
Nãnã afaste estas magoas
e me afaga para eu não chorar
Nãnã que tem amor no peito
dá um jeito da tristeza passar..
Nãnã que tem amor no peito
dá um jeito da tristeza passar